NOTA DA ATY GUASU – 18 DE DEZEMBRO DE 2012

OS TERRITÓRIOS INDÍGENAS DO LITORAL FORAM INVADIDOS EM 1500 ENQUANTO O TERRITÓRIO GUARANI KAIOWÁ FOI INVADIDO PELO PEQUENO GRUPO DE FAZENDEIRO-POLÍTICO EM 1940. VER A NOTA A SEGUIR.

Esta nota da Aty Guasu pretende evidenciar que, a partir de 1930, os territórios Guarani e Kaiowá foram invadidos e apropriados pelo grupo de fazendeiros do Brasil pertencente à classe rica dominante. Assim, é evidente que a invasão e conquista de territórios Guarani e Kaiowá ocorreu após 380 anos de invasão de litoral do atual Brasil, ou melhor, primeiramente o litoral do atual Brasil foi invadido e conquistado pelos colonizadores europeus em 1500. Enquanto os territórios tradicionais Guarani e Kaiowá foram invadidos e conquistados já pelo pequeno grupo de brasileiros ricos a partir de 1930. Dessa forma, esta nota visa demonstrar que todos os territórios tradicionais Guarani e Kaiowá foram invadidos e conquistados pelo pequeno grupo de fazendeiros que são proprietários atuais de várias fazendas instaladas sobre as terras antigas Guarani e Kaiowá. Importa se observar que algum desses fazendeiros rico é proprietário de várias fazendas localizadas tanto no Mato Grosso do Sul quanto em outros Estados do Brasil. As lideranças e comunidades Guarani e Kaiowá conhecem que a maioria dos fazendeiros possui mais de quatros (04) fazendas com tamanha/extensão mais de trinta mil (30.000 ha) hectares. Diante disso, Aty Guasu Guarani Kaiowá observou que “é muita terra para um “branco” fazendeiro”, não é?
Fica evidente que, a partir de 1960, um fazendeiro mandou expulsar, de forma violenta, centenas Guarani e Kaiowá (crianças, mulheres idosos) de seus territórios tradicionais, na sequencia, somente ele sozinho, se apropria das amplas terras indígenas. Destacamos que um fazendeiro sozinho possui trinta mil (30.000) hectares de terra, enquanto 170 indígenas Guarani e Kaiowá de Pyelito Kue/Mbarakay ocupam um (01) um hectare de terra. É importante relembrar que à época da invasão de territórios Guarani e Kaiowá pelo grupo de fazendeiros, em meado de 1960, por exemplo: uma família grande composta aproximadamente por 100 Guarani e Kaiowá ocupava mais de três mil (3.000) hectares de territórios onde produziam seus alimentos e viviam de acordo com a cultura Guarani e Kaiowá.
Atualmente, quarenta (40) anos depois da invasão dos territórios Guarani e Kaiowá pelo grupo fazendeiros-políticos dominantes, a maior parte das comunidades Guarani e Kaiowá expulsada fica sem terra, isto é, indígenas não têm mais espaço de terra para se assentar e sobreviver, por isso se acampa na margem da rodovia e na margem do rio onde estão sofrendo e morrendo cada dia.
Sabemos que os territórios Guarani e Kaiowá não foram invadidos pelos brasileiros “brancos” pobres, mas apropriados pelo pequeno grupo de fazendeiro “branco” rico. Assim, no MS, a maioria dos brasileiros pobre e sem terra trabalhadores é dominado e explorado também por esse mesmo grupo de fazendeiros- políticos locais do MS.
Por fim, pretendemos alertar que uma parte desse mesmo grupo de fazendeiros, recentemente passa a invadir e ameaçar os territórios indígenas e floresta do Estado de Amazona. Além disso, esse mesmo grupo de fazendeiros-políticos ricos do MS atua fortemente na Câmara dos Deputados Federais e no Congresso Nacional para mudar a Constituição Federal/88. Por isso, convidamos a todos (as) brasileiros (as) desde já para nós mobilizarmos e manifestarmos juntos contra a alteração da Constituição da República do Brasil. Visto que eles querem mudar a CF/88, antes mesmo de aplicar os direitos indígenas garantidos na CF/88.

Atenciosamente,
Tekoha Guasu Guarani e Kaiowá, 18 de dezembro de 2012.
Aty Guasu Guarani e Kaiowá luta pela efetivação de direitos indígenas

Anúncios

Uma resposta em “NOTA DA ATY GUASU – 18 DE DEZEMBRO DE 2012

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s